Estudantes da rede estadual leem e escrevem melhor

Veículo: Hoje em Dia - MG
Compartilhe

Mais de 90% dos estudantes da rede estadual submetidos no fim de 2013 ao Programa de Avaliação da Alfabetização (Proalfa) têm o nível de letramento recomendado. No entanto, as escolas municipais ainda deixam a desejar, com menos de 80% dos alunos no padrão adequado. O Proalfa foi desenvolvido pelo governo de Minas Gerais para verificar a capacidade de ler, escrever, interpretar e sintetizar textos de meninos e meninas do 3º ano do ensino fundamental. A prova é aplicada pelo Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd/UFJF). O resultado divulgado neta terça-feira (18) pela Secretaria de Estado de Educação mostra que 92,3% dos alunos atingiram o patamar recomendado. Um aumento de cinco pontos percentuais em relação a 2012, quando o nível foi de 87,3%. Em 2006, ano de lançamento do Proalfa, o percentual de estudantes no padrão ideal era de 48,6%.

Temas deste texto: