Estudar, crescer, trabalhar

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

Em editorial, a Folha de S. Paulo afirma que serão necessários muitos estudos, ainda, para aquilatar o resultado das ações afirmativas em universidades brasileiras. “Considerem-se as 10 universidades públicas retratadas em reportagem ontem nesta Folha. As políticas variam, das inaceitáveis cotas raciais a vagas ou bônus para egressos de escolas oficiais. Em quatro instituições (USP, Unicamp, UFMG e UERJ), a proporção de candidatos da rede pública caiu de 2004 a 2012, em vez de aumentar. Há mais de uma hipótese para explicar tal dificuldade em recrutar os 85% de secundaristas formados no sistema estatal. Com o ensino de má qualidade recebido, o aluno pode achar que não tem chance de passar no vestibular”, diz o texto.

Temas deste texto: