Estudo prevê morte de 37 mil jovens até 2016

Veículo: A notícia foi publicada nos principais jornais do País - BR
Compartilhe

Quase 37 mil adolescentes, com idade entre 12 e 18 anos, serão assassinados até 2016 se nada for feito para barrar a escalada da violência entre jovens. A projeção foi elaborada pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) baseada no Índice de Homicídios na Adolescência (IHA). O número equivale à população total de adolescentes de cidades como Jundiaí (SP) ou Pelotas (RS). A maioria das vítimas são do sexo masculino, negros e atingidos por arma de fogo. O estudo é centrado nos 283 municípios brasileiros com mais de cem mil habitantes no ano da pesquisa – 2010. Em 2009, quando o índice foi elaborado, a previsão era de que 32.941 adolescentes morressem de forma violenta em sete anos, mas o aumento da criminalidade fez com que a estimativa fosse acrescida em 14%.

Temas deste texto: