Futuro adulto vai refletir a infância

Veículo: Zero Hora - RS
Compartilhe

Com a divulgação dos resultados da pesquisa “Por Ser Menina no Brasil”, o objetivo da ONG Plan Brasil é ajudar a fomentar políticas públicas por maior igualdade de gênero, o que, no futuro, pode se traduzir em salários equivalentes para homens e mulheres, maior liberdade de escolha quanto à carreira que elas pretendem seguir e menos violência contra o sexo feminino. Dados de uma pesquisa anterior da ONG mostram que cada ano que uma menina passa na escola é capaz de aumentar em 20% a renda que ela terá, mais adiante, como profissional. A mulher reinveste 90% da renda na família e na comunidade, e o homem, só 30%. “Entendemos que o poder de quebrar o ciclo da pobreza está na mulher, e é por isto que queremos conhecer bem a menina”, diz Anette Trompter, diretora da ONG. O psicólogo Jean Von Hohendorff, pesquisador da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) que coordenou o estudo no estado, observou o impacto psicológico no futuro da menina criada com mais tarefas no lar: adquirir uma ideia limitada de seus papéis no mundo e ser submissa, pontos facilitadores para a violência doméstica.

Temas deste texto: