Idade estipulada pelo projeto é vista como pouco ambiciosa

Veículo: O Estado de S. Paulo - SP
Compartilhe

O lançamento do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa foi visto como um compromisso importante firmado pelo governo federal com os estados e municípios para a melhoria da educação, mas a idade estipulada na meta de alfabetização e o acompanhamento dos resultados são pontos criticados por especialistas. "O mote de alfabetizar aos oito anos, ao final do 3o ano do ensino fundamental, é péssimo. Foi uma escolha política confortável para o Ministério da Educação (MEC)", afirma a consultora educacional IlonaBecskeházy. Segundo Ilona, a leitura de textos simples e a compreensão de um ditado, por exemplo, poderiam se dar aos cinco ou seis anos, como ocorre na maioria das escolas privadas. "A criança tem capacidade para se alfabetizar aos seis anos. Estamos sendo pouco ambiciosos", comenta.

Temas deste texto: