Justiça autoriza estudante a ver correção do Enem

Veículo: Folha de Pernambuco - PE
Compartilhe

Um aluno do Ceará conseguiu na Justiça o direito de ver a correção da redação do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) que fez no ano passado e de pedir revisão de sua nota. A decisão – a primeira do tipo em Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe – foi tomada na semana passada pela segunda turma do TRF-5 (Tribunal Regional Federal da 5ª região), em Recife (PE). O relator do agravo de instrumento, desembargador Francisco Wildo Dantas, escreveu que o jovem deve ter acesso ao espelho digitalizado da redação feita em 2011 com as correções da banca. Depois que receber o material, Iago Técio da Silva de Sousa terá 48 horas para recorrer da nota. Para Dantas, essas medidas "representam o exercício do direito ao contraditório e à ampla defesa".

Temas deste texto: