MA: Vacinação emergencial contra o sarampo é prorrogada novamente

Veículo: O Estado do Maranhão - MA
Compartilhe

A vacinação emergencial contra o sarampo, que começou na Região Metropolitana de São Luís (MA) em 24 de fevereiro, vai ser prorrogada por tempo indeterminado até que a meta proposta seja atingida. A medida foi determinada pelo Ministério da Saúde (MS), já que os cinco municípios que fizeram parte da campanha – São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Raposa e Alcântara – não alcançaram a porcentagem prevista pela Secretária Estadual de Saúde, que era de imunizar pelo menos 95% das 98.504 crianças dentro da faixa etária de 6 meses a 5 anos. Até esta terça-feira (25), dados do MS apontavam que apenas 88,7% (pelo menos 87.739 crianças) haviam sido vacinadas. A chefe do departamento de controle de doenças imunopreveníveis, Maria Helena Almeida, explicou que, além da meta global não ter sido atingida, houve o que os técnicos chamam de cobertura heterogênea. Isso quer dizer que, algumas faixas etárias, mas precisamente de 6 meses a 1 ano e acima de 4 anos, conseguiram cumprir a meta, ou mesmo superar. Caso dos bebês, 100,51% foram imunizados. Contudo, crianças de 1, 2 e 3 anos não alcançaram os 95%. As crianças de 2 anos, por exemplo, foram as menos imunizadas, com uma taxa de 79,26%, ou 17.077 doses aplicadas.

Temas deste texto: