Maior parte de mortes de crianças é “evitável”

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

Pneumonia, diarreia e malária, mataram quase 5 milhões de crianças com menos de cinco anos em 2010, afirma pesquisa publicada na última edição da Lancet, uma das mais importantes revistas médicas do mundo. No total, 7,6 milhões de crianças com menos de cinco anos morreram em 2010. Segundo os autores da pesquisa, os dados mostram que o mundo está longe de alcançar a meta estabelecida na virada do século pela ONU: reduzir a mortalidade infantil em dois terços até 2015. Segundo o relatório, o nascimento prematuro agora é a segunda principal causa de mortalidade infantil, atrás da pneumonia, e provavelmente vai se tornar a principal causa em 2015 a menos que haja um grande crescimento nas intervenções disponíveis.

Temas deste texto: