MEC controla fiscais do Enem por segurança

Veículo: Correio Braziliense - DF
Compartilhe

Na reta final de preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que ocorre neste fim de semana, o Ministério da Educação (MEC) se mobiliza para checar os fiscais das provas. Apesar de o responsável pelo recrutamento ser o consórcio Cespe-Cesgranrio, a pasta quer ter o controle sobre o perfil de cada selecionado. A medida busca suprir uma falha recorrente em edições anteriores. Ano passado, por exemplo, um repórter de São Paulo que fazia a cobertura do evento foi recrutado em cima da hora para ser olheiro, sem nenhum critério ou treinamento.

Cadastro – Neste ano, 400 mil pessoas serão responsáveis por distribuir as provas, colher assinaturas, orientar os participantes, além de coibir a cola e o uso de equipamentos restritos. De acordo com o ministro Aloizio Mercadante, o MEC recebe com antecedência a pré-seleção para verificar o perfil profissional de cada um. "Eles são obrigados a nos informar sobre cada fiscal, quando foi selecionado e quais são os procedimentos para gente ter o cadastro detalhado deles", detalha.

 

Temas deste texto: