MG: Embriaguez precoce em Belo Horizonte

Veículo: Estado de Minas - MG
Compartilhe

Estudos mostram que, paralelamente à diminuição da idade média de quem começa a beber em Belo Horizonte (MG), há aumento do volume ingerido. "A cada década, a quantidade de bebida alcoólica ingerida por jovens e adolescentes aumenta em 10% a 20% em relação ao consumo anterior. No mesmo intervalo de tempo, aumenta também a frequência", explica o integrante do programa de neurociência da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) Amadeu Roselli Cruz. Segundo ele, se há 20 anos os adolescentes começavam a ingerir álcool de maneira preocupante com 17 ou 18 anos, atualmente há crianças de 12 anos ou menos tomando quatro ou cinco latinhas de cerveja, quantidade considerada significativa para a idade.

 

Temas deste texto: