MT: Faltam alimentos nas creches de Várzea Grande

Veículo: Diário de Cuiabá - MT
Compartilhe

Há um mês sem leite, dois meses sem carne e quatro meses sem pão. Esta é a realidade das creches e Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) de Várzea Grande (MT). Para alimentar os alunos, as direções das unidades dependem da doação de alimentos por empresários e de cotas realizadas entre os pais e professores. O leite, por exemplo, tem sido substituído por chá, em alguns casos. “No dia a dia fazemos cota ou recebemos de alguns supermercados os legumes que ainda dá para aproveitar de alguma forma”, conta a diretora do Cmei Jonas Pinheiro, Luisa Barbosa. Além da ausência da merenda, as creches também enfrentam problemas de infraestrutura. A maior parte delas, segundo Luisa, não possui banheiros ou ambientes adaptados para atender a faixa etária das crianças de zero a cinco anos.

Temas deste texto: