O exemplo de Isadora

Veículo: Revista Istoé - BR
Compartilhe

 

Desde o final de agosto, alunos de unidades públicas de ensino de estados como Rio de Janeiro, São Paulo, Espírito Santo, Bahia e Goiás estão expondo na rede social Facebook problemas de suas escolas, como janelas quebradas, falta de professores, descaso da direção e ausência de manutenção da estrutura física, mazelas comuns a milhares de estudantes brasileiros. As iniciativas foram inspiradas na página Diário de Classe, da estudante catarinense Isadora Faber, 13 anos, aluna da Escola Maria Tomázia Coelho, em Florianópolis (SC). No seu diário virtual, que já conquistou cerca de 250 mil seguidores, Isadora denunciou as más condições estruturais e os problemas pedagógicos da instituição em que estuda. Suas reivindicações deram resultado – a escola passou por uma reforma e um professor de matemática foi afastado.

Temas deste texto: