Ordem católica se desculpa por casos de pedofilia

Veículo: O Globo - RJ
Compartilhe

Seis anos após a morte de seu fundador, o padre mexicano Marcial Maciel, a ordem católica Legionários de Cristo fez um pedido inédito de desculpas pelos atos de pedofilia de seu líder e às vítimas. "Queremos expressar nosso profundo pesar pelo abuso de seminaristas adolescentes, os atos imorais com homens e mulheres adultos, o uso arbitrário da sua autoridade e bens, consumo desmedido de medicamentos aditivos e o fato de apresentar escritos de terceiros como próprios", diz o comunicado dos Legionários de Cristo, em Roma, na Itália. Em 2009, após anos de negativas, os Legionários de Cristo admitiram que Maciel – também pai de seis filhos com mulheres diferentes – era pedófilo. Agora, a ordem lamentou "a incapacidade inicial de acreditar nos testemunhos" das vítimas. Na quarta-feir4a (5), a Organização das Nações Unidas (ONU) criticou a resposta da Igreja aos abusos cometidos por integrantes do clero.

Temas deste texto: