Os vilões da infância

Veículo: Diário Catarinense - SC
Compartilhe

No próxima sexta-feira (8) será o Dia Nacional de Combate ao Colesterol. A data acende um sinal de alerta para pais e médicos e coincide com a época em que a Organização Mundial de Saúde (OMS) lançou uma comissão para debater exclusivamente a obesidade infantil. Hoje, para se ter uma ideia, são 25 milhões de crianças e adolescentes acima do peso, número que, em 2025, chegará a 70 milhões, conforme projeções de especialistas. Intimamente ligados, esses dois problemas são uma bomba-relógio no organismo dos pequenos. O aumento de colesterol determina um acúmulo de gordura nas artérias, com maior risco de infarto agudo do miocárdio e acidente vascular cerebral (derrame). O alto índice tem também forte influência familiar, diferentemente do aumento de triglicerídeos que basicamente ocorre devido à maior ingestão de gorduras e de açúcares. Se no passado a preocupação tinha como alvo apenas os adultos, hoje também afeta os pequenos.

Temas deste texto: