Pais vão ajudar a avaliar escolas e creches de SP

Veículo: Jornal de Brasília Online - DF
Compartilhe

Para ajudar escolas e educadores a medir a qualidade da educação infantil, os pais vão começar a ser ouvidos na avaliação de creches e jardins de infância da cidade de São Paulo (SP). A avaliação nessa etapa de ensino é particularmente difícil porque as crianças são pequenas e estão no início do processo de aprendizagem. A família, então, se torna um elemento importante para julgar os pontos fortes e os fracos das unidades escolares. A avaliação da educação infantil é baseada em diretrizes do Ministério da Educação (MEC). Nesse diagnóstico, sete indicadores de qualidade ajudam professores, funcionários, pais e até mesmo as crianças a avaliarem as escolas e creches. E os resultados já surtem efeitos: novos planos de melhorias e mais participação da família no dia a dia escolar. O governo federal distribui as diretrizes para mais de 2,5 mil municípios do País, com o objetivo de criar uma cultura de avaliação. O objetivo, segundo os especialistas em educação, não é iniciar um processo de “ranqueamento” das escolas, separando as melhores das piores, mas medir a qualidade e propor melhorias no longo prazo.

Temas deste texto: