Para criança?

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

Todo mundo sabe que a vida de príncipes e princesas nos contos de fadas não é fácil, até chegar o final feliz. Mas já foi muito pior. As histórias originais de Branca de Neve e cia. eram bem mais violentas do que as que conhecemos hoje. Contos de fadas não foram criados para crianças. Surgiram por causa do desejo dos homens de se comunicar. Com o passar dos séculos, eram contados por adultos na hora do lazer. Até que vieram as publicações em papel, e os contos começaram a aparecer em livros. A partir daí, escritores passaram a fazer adaptações das histórias. Uma dupla famosa, dois irmãos alemães, Jacob e Wilhelm Grimm, pôs no papel algumas delas, como "Chapeuzinho Vermelho" e "A Bela Adormecida". O francês Charles Perrault e o dinamarquês Hans Christian Andersen também são famosos por adaptações. Elas narravam cenas de violência, falavam de abandono, de rivalidade, inveja e vingança. O lado mais sombrio dos originais, abandonado nas últimas décadas, está de volta em séries de TV, filmes, livros e exposição. Muitos desses textos estão no livro "Contos de Fadas" (ed. Zahar).

Temas deste texto: