PE: Marcha contra o trabalho infantil

Veículo: Diário de Pernambuco - PE
Compartilhe

Cerca de 1,5 mil pessoas participaram, na tarde de sexta-feira (10), da 2ª Marcha Pernambuco contra o Trabalho Infantil, no Centro do Recife. O grupo partiu da praça Oswaldo Cruz e percorreu a avenida Conde da Boa Vista embalada pelo ritmo do maracatu. Crianças, adolescentes e representantes das entidades que integram o Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Fepetipe) protestaram contra a exploração social de crianças e adolescentes. A marcha teve como objetivo chamar a atenção da sociedade e dos órgãos que atuam na defesa dos direitos da infância para o aumento no número de casos de crianças e adolescentes atuando no trabalho informal. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2013, 146 mil crianças e adolescentes trabalhavam em Pernambuco. Em 2012, eram de 136 mil. Há um mês, Rozeane Barbosa, que participou da marcha, mudou de vida. Aos 15 anos, ela atuava como cambista no bairro de Salgadinho, em Olinda. Hoje, faz parte do programa Jovem Aprendiz, do Centro de Integração Empresa Escola, e estagia no Banco do Brasil no período no matutino.

Temas deste texto: