PE: Pedofilia via WhatsApp

Veículo: Diário de Pernambuco - PE
Compartilhe

O aplicativo de celular WhatsApp virou a nova ferramenta usada por criminosos para compartilhamento de vídeos e fotos com conteúdo pornográfico infantil. Nesta terça-feira (1º), a Polícia Federal em Pernambuco desarticulou um grupo que divulgava imagens de sexo explícito envolvendo adolescentes por meio do aplicativo e também pelo Facebook. O caso aconteceu no município de Salgueiro, mas não é isolado. No Recife, quatro inquéritos investigam denúncias semelhantes. Outros dois, sendo um no Agreste e um no Sertão, estão sob apuração. "Atualmente, 90% dos casos que chegam à Polícia Federal relacionados à pornografia infantil envolvem o WhatsApp e o Facebook'', revelou o assessor de comunicação da PF, Giovani Santoro. Segundo ele, é possível perceber que os criminosos migraram os conteúdos, que antes eram publicados em sites, para as redes sociais e para os aplicativos com envios simples e de difícil investigação. Porém, Santoro destacou que o WhatsApp permite que a polícia identifique o responsável pelo conteúdo com mais facilidade. "É só identificar o número do telefone", diz.

Temas deste texto: