PE: Raio X negativo da Funase

Veículo: Diário de Pernambuco - PE
Compartilhe

Superlotação, maus-tratos e agentes sem formação específica. O raio x já conhecido da unidade de Abreu e Lima (PE) da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) foi traçado por representantes da Comissão de Cidadania da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) em visita realizada ontem (05). Até o fim deste mês, o grupo entregará um relatório ao governo do estado solicitando o cumprimento das normas estabelecidas pelo Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase). Entre as mudanças está a exigência de que cada unidade de atendimento em regime fechado atenda, no máximo, a 90 adolescentes por vez, sendo que os quartos deverão ser ocupados por apenas três jovens. Na Funase de Abreu e Lima, que tem capacidade para abrigar 98 adolescentes, há 242 internos.

Temas deste texto: