Plataforma orienta gastos com educação

Veículo: O Estado de S. Paulo - SP
Compartilhe

 

Com as novas gestões municipais que assumiram neste ano, cerca de 80% dos mais de cinco mil municípios brasileiros terão novos secretários de Educação. Gente que terá pela frente o desafio de trabalhar para que sua cidade cumpra as metas do Plano Nacional de Educação (PNE) e a quem caberá, para isso, o manejo adequado dos recursos financeiros destinados a esse fim. "Muitos secretários não têm noção da burocracia e dos meandros administrativos que terão delidar até para que a cidade não perca a chance de conseguir verbas para a Educação", afirma Cleuza Repulho, presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação, a Undime.

Ferramenta – Para auxiliar nessa tarefa, a instituição, em parceria com outras 12 organizações, como a Fundação Itaú Social e o Instituto Natura, criaram a plataforma Conviva Educação, com lançamento previsto para a quarta-feira. No ambiente virtual www.convivaeducacao.org.br os secretários terão acesso a dados, informações e ferramentas hoje dispersos em fontes diversas.

Temas deste texto: