PR: Escola e comunidade conectadas

Veículo: Gazeta do Povo - PR
Compartilhe

O jornal é um recurso pedagógico que pode ir muito além da leitura. Na Escola Municipal Wenceslau Braz, em Curitiba (PR), o impresso está aproximando comunidade e escola para que, juntas, pensem soluções para problemas sociais. Quem começou o movimento foi a professora de Ciências, Mariana de Oliveira Tozato. Ela inseriu a pesquisa e a leitura de notícias do jornal Gazeta do Povo nas aulas do 2º ano, graças ao patrocínio do Instituto HSBC Solidariedade. Essa primeira iniciativa empolgou os alunos, que começaram a propor soluções para a problemática do lixo nas cidades. E foi com a leitura de notícias que a professora viu que poderia expandir os muros da escola. Entre maio e junho o Paraná foi afetado por um grande volume de chuvas, que deixou muitas cidades embaixo d´água. O bairro Boqueirão, onde está situada a escola, próximo ao Rio Belém, foi uma das regiões afetadas pelas enchentes. Muitas famílias de alunos perderam tudo e o assunto tomou conta da escola. “Era preciso tratar da realidade deles”, diz Mariana. Foi aí que ela resolveu convidar os pais e familiares para um encontro na escola. Precisávamos conversar sobre a situação da nossa comunidade e discutir soluções.

Temas deste texto: