PR: Estado e direção vão discutir novas propostas para colégio agrícola

Veículo: Diário de Guarapuava Online - PR
Compartilhe

Com uma formação voltada à agricultura e pecuária, o Centro Estadual de Educação Profissional (Ceep) Arlindo Ribeiro, de Guarapuava (PR), deve pedir por mais carga horária nas disciplinas técnicas. O pedido vai acontecer durante as reuniões técnicas de discussão das novas propostas pedagógicas dos colégios agrícolas e florestal do Paraná. Segundo a diretora geral do colégio, Maria Aparecida Cordeiro da Silva, com as discussões para melhorias nos projetos pedagógicos, alguns pontos da educação técnica dos alunos devem ser ampliados. Segundo ela, os diretores dos colégios agrícolas e do Colégio Florestal do Paraná, há pelo menos cinco anos, reivindicavam a revisão nas propostas de ensino. Ainda não há data para a primeira reunião de discussão. A diretora explicou que os diretores dos 18 colégios agrícolas, mais o Colégio Florestal de Irati, deverão ser divididos em grupos temáticos para articular as alterações. Os alunos também estão contentes com a notícia. A diretora disse que algumas demandas são trazidas pelos próprios alunos e podem ser abordadas durante as discussões.

Temas deste texto: