PR: Pais impedem volta às aulas em Cascavel

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

Cerca de 200 alunos da Escola Municipal Professora Arminda Villvvock, em Cascavel (PR), não retornaram às salas de aula junto com as demais instituições que iniciaram o ano letivo ontem (18). A decisão de não enviar os filhos à aula foi adotada por causa das obras de reforma no prédio da escola. Os pais estão preocupados porque, segundo eles, não há segurança para as crianças estudarem no local. Na escola, há vários buracos e fiação elétrica aparente. Além disso, salas e calçadas estão inacabadas, escadas não possuem corrimão e não há rampas de acesso aos alunos. Para a diretora Rosana Brandalise Correa, a decisão dos pais foi acertada e a escola acatou a deliberação.

São Paulo –Uma reforma não concluída deixou cerca de mil alunos de uma escola estadual de São Carlos (SP) sem merenda completa e com aulas em meio a barulho e poeira. A obra só terminará em julho. A reforma na escola José Juliano Neto começou no fim de 2012. “Como a cozinha está em reforma, em vez de arroz, macarrão e carne, alunos recebem de refeição pão e bolacha”, diz Ronaldo Mota, da Apeoesp. "Professores alérgicos me procuraram reclamando do pó e de que os alunos precisam passar no meio de entulho". Em nota, o governo do estado diz que enviará técnicos ao local, mas que a obra está dentro do prazo e que os lanches estão sendo servidos temporariamente até que a cozinha fique pronta.

Temas deste texto: