PR: Polícia Federal prende 18 pessoas por desvio de recursos

Veículo: Folha de Londrina - PR
Compartilhe

A Polícia Federal (PF) prendeu ontem 18 pessoas acusadas de desviar pelo menos R$ 6,6 milhões do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Paraná (IFPR), com sede em Curitiba, através de duas Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips). Desencadeada em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU), a Operação Sinapse cumpriu ainda dez mandados de condução coercitiva (quando a pessoa é forçada a depor na delegacia) e 43 de busca e apreensão, expedidos pela 2ª Vara Federal Criminal. De acordo com o titular da Delegacia de Repressão a Crimes Financeiros da PF, Felipe HidioHayashi, as investigações começaram em março de 2012 e o dinheiro desviado seria proveniente principalmente do Ministério da Educação (MEC). "O IFPR firmou termos de parcerias com duas Oscips e, por meio desses termos, eram desviados recursos em inúmeras práticas, desde superfaturamento até destinação a empresas de fachada, que não efetivamente prestavam os serviços", contou.

Temas deste texto: