Projeto de educação na África ganha o WISE Prize

Veículo: O Globo - RJ
Compartilhe

A fundadora e presidente da organização internacional Camfed (Campanha para a Educacao Feminina), Ann Cotton, foi premiada nesta terça-feira (4) em Doha, no Catar, com o 2014 WISE Prize, espécie de Nobel da Educação oferecido pela Fundação Qatar. Um programa criado pela britânica em 1993 promove a educação de meninas em áreas pobres de países africanos. Até agora, a iniciativa beneficiou mais de três milhões de crianças e jovens de Zimbábue, Zâmbia, Gana, Tanzânia e Malaui por meio de uma rede de 5.085 escolas, em 115 regiões rurais. Ann Cotton abraçou a causa após uma viagem ao Zimbábue em 1991. O objetivo dela ao visitar o país era pesquisar as causas do baixo número de meninas nos bancos escolares. Lá, descobriu que a pobreza, mais do que questões culturais, era a principal barreira por trás do fenômeno. Ao criar a Camfed, em 1993, passou a trabalhar em conjunto com as comunidades. Além de desenvolver novas lideranças femininas na África Subsaariana, a organização tem como desafios quebrar o ciclo de pobreza, reduzir o casamento infantil e combater as altas taxas de natalidade e também de HIV/Aids entre as jovens.O prêmio foi entregue pela sheika Moza bint Nasser, presidente da Fundação Qatar, durante a cerimônia de abertura do WISE, conferência internacional sobre educação e inovação que vai até esta quinta-feira (6), em Doha.

Temas deste texto: