Projetos ensinam programação em escolas

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

Quando dava aula de webdesign para adultos no Complexo do Alemão, no Rio, o analista de sistemas Felipe Fernandes, 33, notou que seus alunos tinham dificuldades ao fazerem as lições de linguagens de programação. Na busca por uma metodologia mais acessível, esbarrou no Code Club, um projeto de duas programadoras britânicas para ensinar programação para crianças de um jeito simples. Hoje, ele é o coordenador do Code Club no Brasil e ajuda a organizar as atividades entre os estimados 80 clubes, 300 voluntários e 1.000 alunos espalhados pelo país. Seu maior objetivo, disse à Folha, é convencer pais, educadores e políticos dos benefícios que o ensino dos códigos pode trazer para as crianças. "A programação é importante não para formar profissionais da área, mas porque ensina a criança a pensar", diz. "Além disso, ela muda sua relação com a tecnologia. No Brasil, iniciativas do tipo ainda engatinham, mas têm crescido. Em outubro, a Fundação Lemann, organização filantrópica do bilionário Jorge Paulo Lemann, lançou o site Programaê, que funciona como agregador de várias iniciativas, entre elas o próprio Code Club e outro projeto chamado Code.org. Segundo um estudo da consultoria IDC, só no Brasil, cerca de 117 mil vagas de TI ficarão abertas por falta de mão de obra qualificada.

Temas deste texto: