RJ: Ato lembra massacre de Realengo

Veículo: Folha de Pernambuco - PE
Compartilhe

Os dois anos do massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, Zona Oeste do Rio de Janeiro, que resultou na morte de 12 alunos e feriu dez, foram lembrados ontem (7), em uma missa na Igreja Nossa Senhora de Fátima João de Deus, no mesmo bairro. O arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta, teve um encontro com os pais, antes da missa, celebrada pelo coordenador da Pastoral das Favelas, Monsenhor Luiz Antônio. Após a celebração as famílias saíram em caminhada até a escola, onde artistas do grafite fizeram desenhos de crianças no muro simbolizando a reconstrução de uma escola que precisa de segurança.

Temas deste texto: