RJ: Creche recua e oferece agora horário integral

Veículo: Extra Online - RJ
Compartilhe

Apesar da escassez de professores, auxiliares de creche e porteiros no Espaço Desenvolvimento Infantil (EDI) Professor Celso Almeida Chaves, na Zona Oeste do Rio de Janeiro (RJ), ontem (21) os alunos da unidade não foram liberados mais cedo. Há um mês o EDI faz rodízio de alunos por turnos devido a falta de funcionários. A Secretaria municipal de Educação não se manifestou ontem sobre o problema. Um dia antes, limitou-se a informar que o EDI tem nove professores e 27 auxiliares de creche. Na data da inauguração, o município anunciou que a unidade teria capacidade para atender 250 crianças de zero a cinco anos das 7h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Temas deste texto: