RN: Escolas retomam aulas até o próximo abalo

Veículo: Tribuna do Norte - RN
Compartilhe

Na Escola Estadual Professora Gereina Bezerra, na cidade de Pedra Preta (RN), na manhã desta quinta-feira (7) os alunos do 2º ano do ensino fundamental assistiam à aula da professora Maria Sônia de Lima, de 42 anos. Sem tremores, pareciam tranquilas, fazendo a bagunça que criança normalmente faz, mas a educadora diz que, quando a terra começa a tremer, o medo toma conta dos estudantes. "Com frequência, eles ficam assustados. Se dá abalo, não querem mais entrar na sala. Se der tremor na noite anterior, as mães já não mandam os filhos no dia seguinte à escola. Eu mesma tenho medo de cair alguma telha, alguma coisa na nossa cabeça. Por isso que a orientação é cancelar as aulas quando tem tremor", disse Maria Sônia, mostrando o telhado da sala de aula, repleto de telhas velhas. A orientação da Prefeitura continua sendo a mesma: em caso de tremores mais fortes, as escolas devem liberar os alunos e a normalidade só volta quando diminui a intensidade dos abalos sísmicos.

Temas deste texto: