RS: Prêmio RBS de Educação valoriza ações que estimulem leitura

Veículo: Zero Hora - RS
Compartilhe

Viajar pela leitura em rodas de contação de histórias, adaptar livros a peças de teatro encenadas pelos alunos ou discutir obras que viraram filmes são recursos que a Escola Municipal José Mariano Beck, na Vila Bom Jesus, em Porto Alegre (RS), descobriu para estimular a paixão pelos livros e melhorar o desempenho de crianças e adolescentes em sala de aula. A experiência é uma das que concorre este ano ao “2º Prêmio RBS de Educação – Para Entender o Mundo”, cujas inscrições se encerram em 30 dias. “É muito bom a gente dar uma aula e sair satisfeito. A literatura transforma. Alunos que ficavam escondidos nas estantes agora saem delas, mostram o rosto”, relata a bibliotecária Rochele Marcello, autora da iniciativa e que agora busca verbas para modernizar a biblioteca e torná-la mais atrativa aos cerca de 950 alunos. Descobrir quais são e onde estão os melhores projetos de mediação e fomento à leitura vinculados a escolas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina é o objetivo da premiação que distribuirá R$ 156 mil entre 16 finalistas. Em 2013, sete mil relatos chegaram aos jurados. Neste ano, a expectativa dos organizadores é multiplicar a participação de escolas e projetos independentes.

Temas deste texto: