RS tem o pior índice de frequência na pré-escola

Veículo: Zero Hora - RS
Compartilhe

Se os indicadores estaduais mostram crescimento a partir do aumento de matrículas na pré-escola, dados nacionais indicam que o Rio Grande do Sul ainda precisa melhorar muito nesse quesito. O estado tem o pior índice de frequência escolar total do País (25%) e está bem abaixo da média nacional principalmente na faixa etária de 4 a 5 anos. Dados divulgados nesta quarta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que 62% das crianças gaúchas de 4 e 5 anos frequentam a pré-escola, enquanto a média nacional é de 81,2%. O Rio Grande do Sul só perde para Acre (58,6%) e Rondônia (53,9%). A Síntese dos Indicadores Sociais abrange aspectos demográficos e de educação, trabalho, renda e família, referentes a 2013. A pesquisa anterior era de 2004. Para o supervisor de Documentação e Disseminação de Informações do IBGE no estado, Ademir Koucher, a organização das famílias foi o aspecto que mais sofreu alterações nos últimos 10 anos.

Temas deste texto: