SC: Infância em debate em Chapecó

Veículo: Diário Catarinense - SC
Compartilhe

Discussão que costuma causar debates acalorados, a forma de encarar a realidade das crianças e adolescentes em Santa Catarina e as infrações cometidas por adolescentes com menos de 18 anos são tema do 4º Painel Viver SC, que ocorre em Chapecó nesta terça-feira (28). Os palestrantes convidados debaterão o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e o tratamento de jovens em situação de fragilidade social. A delegada-chefe da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI) de Chapecó, Andréia dos Santos Dornelles, apresentará dados sobre esse tipo de infração e discutirá a futura implementação do Núcleo de Atendimento Integrado (NAI) no município. Trata-se de um projeto do governo federal que integra órgãos do Judiciário, Ministério Público, Defensoria, Segurança Pública e Assistência Social em um único local. Os resultados onde há um NAI em funcionamento são muito significativos. “Hoje, o detido em infrações pouco graves é liberado e aguarda um período de 30 a 45 dias por uma audiência, o que favorece a reincidência e aumenta a sensação de impunidade por parte da população”, avalia a delegada-chefe.

Temas deste texto: