Senado aprova limite para peso de mochila

Veículo: A notícia foi publicada nos principais jornais do País - BR
Compartilhe

Projeto de lei aprovado nesta quarta-feira (20) pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado, em caráter terminativo, define que os alunos não poderão carregar nas mochilas material escolar com peso superior a 15% do peso do aluno. O texto só não diz como fiscalizar essa relação. O projeto foi proposto com o objetivo de reduzir os danos provocados à saúde pela grande quantidade de livros e cadernos que os estudantes são obrigados a carregar. As escolas terão que oferecer armários para que os alunos guardem o material. Como foi aprovado um substitutivo da matéria, o texto deve voltar à Câmara dos Deputados. O projeto prevê que, no caso dos ensinos fundamental e infantil, os pais ou responsáveis deverão informar à escola, por escrito, o peso dos filhos. No ensino médio, os próprios alunos poderão dar essa informação. Segundo o ortopedista Henry Campos, especialista em coluna e quadril e titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, a carga exagerada pode reforçar deformidades na coluna, como lordose, escoliose e cifose e causar dor.

Temas deste texto: