SP: Barretos lidera rankings de abusos sexuais, furtos e agressões

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

Cidade de 117 mil habitantes com economia voltada para o setor agropecuário, Barretos (SP) lidera os rankings de abusos sexuais, furtos e agressões (lesão corporal dolosa) por cem mil habitantes no estado. Em 2013, a cidade registrou 65 casos de abusos sexuais, segundo dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública. Apesar de o número representar uma queda de 7% em relação a 2012 (com 70 casos), Barretos fechou o ano com um índice de 55 casos por cem mil habitantes, praticamente o dobro da média do estado, de 28 por cem mil. O chefe da delegacia secional de Barretos, Edson João Guilhem, afirmou que a maioria dos casos é de abusos sexuais cometidos entre familiares, tendo crianças e adolescentes como vítima. Guilhem disse que não há registro em 2013 de mulheres atacadas e forçadas ao ato sexual. Em 2009, uma mudança na legislação passou a classificar como abuso sexual diversos tipos de violência sexual, e não só a realização forçada do ato.

Temas deste texto: