SP: Hospitais recuam e liberam trabalho de doula durante o parto

Veículo: Folha de S. Paulo - SP
Compartilhe

 

Os hospitais Santa Joana e Pro Matre Paulistana, em São Paulo (SP), recuaram da decisão de restringir a entrada de doulas – mulheres com experiência em maternidade que dão assistência a grávidas antes, durante e após o parto. As unidades de saúde decidiram fazer o recadastramento das doulas para que elas possam estar na hora do parto junto com o acompanhante da gestante, na maioria das vezes, o pai da criança. Na última semana, comunicados dos hospitais permitiam a entrada das doulas apenas se elas fossem no lugar do pai da criança, sendo a única acompanhante da mãe.Os hospitais alegavam que a medida era para "manter os baixos índices de infecção hospitalar". A mudança gerou mobilização nas redes sociais em defesa dessas assistentes, que não têm a atividade regulamentada no Brasil.

Temas deste texto: