Teste mostra falhas em cadeirinhas e bebês-conforto

Veículo: O Globo - RJ
Compartilhe

Falta segurança às cadeirinhas brasileiras para transportar bebês e crianças nos carros. Essa é a conclusão de um estudo feito pela Proteste Associação de Consumidores, em parceria com a Global NCAP. Foram testados seis bebês-conforto e cinco cadeiras para crianças vendidas no mercado nacional. O principal problema foi identificado nos testes de impacto lateral. Nessa situação, nenhuma das nove marcas avaliadas superou o status "aceitável". Os onze modelos testados têm a aprovação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), mas foram submetidos a avaliação pelos padrões internacionais, explicou Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da Proteste. As marcas testadas foram Bébé Confort, Chicco, Maxi Cosi, Peg Perego, Burigotto, Galzerano, Infanti, Graco e Cosco. Entre as cadeirinhas avaliadas, a que teve pior desempenho foi a da marca Cosco, modelo Commuter XP, que ganhou apenas uma estrela em um ranking com cinco.

Temas deste texto: