TO: Leite materno que faz bem e ajuda a salvar vidas

Veículo: Jornal do Tocantins - TO
Compartilhe

Um gesto simples que faz a diferença na vida de muitos bebês é a doação do leite materno. A ação é possibilitada pela rede nacional do Banco de Leite Humano, da Organização Mundial de Saúde (OMS). Em Palmas (TO), o programa iniciou em 2002 e já beneficiou mais de 6,5 mil bebês. Nestes dez anos, o trabalho evoluiu e atualmente o cadastro da rede conta com dez mil doadoras na capital do Tocantins. O método da colostroterapia, desenvolvido desde abril de 2012, é a grande novidade. A técnica consiste na utilização do colostro, primeiro leite da mãe – rico em nutrientes. Uma pequena quantidade é introduzida na orofaringe do recém-nascido prematuro nos primeiros dias de vida.

Temas deste texto: