Unicef revela que conflitos atingiram 15 milhões de crianças em 2014

Veículo: A notícia foi publicada nos principais jornais do País - BR
Compartilhe

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) avaliou nesta segunda-feira (8) 2014 como "um ano devastador para milhões de crianças". No período, 15 milhões de crianças e adolescentes foram atingidos por violentos conflitos em todo mundo. "Este foi um ano devastador para milhões de crianças", afirmou, em comunicado, o diretor-executivo do Unicef, Anthony Lake, ao apresentar balanço anual da situação da infância no mundo. Crianças "foram mortas quando estudavam em salas de aula ou dormiam em suas camas. Ficaram órfãs, foram raptadas, torturadas, recrutadas, violadas ou vendidas como escravas. Nunca na história recente tantas crianças foram sujeitas a brutalidade tão inqualificável", salientou. Segundo a agência da Organização das Nações Unidas (ONU), 230 milhões de crianças vivem em países ou regiões afetadas por conflitos armados e 15 milhões foram atingidas nos conflitos da República Centro-Africana, no Iraque, Sudão do Sul, Palestina, Síria e Ucrânia.

Temas deste texto: