Vínculos sociais podem ser a causa para noites maldormidas de adolescentes

Veículo: Correio Braziliense - DF
Compartilhe

Problemas na hora de dormir, como insônia e má qualidade do sono, acometem indivíduos de todas as idades. Segundo especialistas, a televisão, o computador, a ingestão de substâncias estimulantes e a falta de regularidade estão por trás do transtorno. Esses fatores atrapalham a produção da melatonina, hormônio responsável pela indução do sono. Um novo estudo, porém, sugere que os vínculos sociais podem ser os grandes responsáveis pelas noites maldormidas entre os adolescentes. David J. Maume, professor de sociologia na Universidade de Cincinnati, nos Estados Unidos, analisou as mudanças nos padrões de sono de cerca de mil pessoas com idade entre 12 e 15 anos. Segundo o estudo publicado na edição do mês passado do Journal of Health and Social Behavior, os adolescentes têm o sono mais saudável – de maior duração e maior qualidade – quando se consideram parte integrante das escolas em que estudam e mantêm amizades positivas, por exemplo. Nessa faixa etária, as relações conturbadas com os pais e os colegas reduzem a duração média do sono de mais de nove horas para menos de oito horas por noite, indica a pesquisa.

 

[Correio Braziliense (DF),; e Diário de Pernambuco (PE) – 07/01/2014]

Temas deste texto: